sábado, 7 de janeiro de 2017




Um Viva a Tanta Amezade Cu Vítro 





Atão compradis e comadris, ê cá soou-mi às orelhas ca têim andado com saudadis minhas,verdadi ?
 E nã é, ca derrepente, comeci a sentiri saudadis vossas ?!
Ê quê cá tenho andado numa grande azáfimia de amezades e confidencialidadis cu prrrrresedente Próquécas, temos andado os dois numa racíproca troca de lamentações e confessões ca na queiram vosmecês saberi...come vosmecês tão vendo, ê e o gajo semos tã amigos q´inté postou no sê gabnete um quadro camigo e cu mê rabanho todo, inté o mê canito figura lá !
Quêim anda todo alvoraçado ê o mê rabanho desdi que contei às nhas cabras as confidencialidadis do mê amigo Próquécas, atão na ei cas cabras adecediram quasi todas pentarem o cabelo de loiro ?!!!
A nha Cramelinda, a nha cabra de estimação, já m´afiançou c´agoira tá surgindo a oportunidade dela :

- Ti Manel cas cousas q´vosmecê me andou acabando de contari, é desta q´ma faço ao piso ao Próquécas e hei-de ascenderi a primêra dama só pra salvari o negócio do mê pai, agoira é a nha veiz, inté já pintei o pêlo da loiro ! - confidencializou-mi a cabra chêia da esperanças.

Ê cá antónito e endmirado enquiri d´emediato o mê bode Jaquim :

- Oh Jaquim, mas atão o quei ca sa passa cas nossas cabras e ca Cramelinda em especiali, quê ando-as estranhando ?!

O mê bode Jaquim, servil como sempri a sê dono, q´ísto de servilidade acostuma benefeciari sempre em quécas fortuitas e gratuitas valentes, mal dadas, diga-se de passage, a alguns, que já nem tesão teim prá coisa, às vezes por mós da idade ou de tanta fartura e do presbítero...muito terço e ajoelho e missal nas unhas... a queim detéim o poderi...arrespondeu-me :

- Atão Ti manel , vosmecê parece q´anda lerdo, home !!! Atão na s´alembra d´outro dia estari contando às cabras cu Vítro Próquécas se anda dando mali ca sogra ?! Inda outro dia, o Ti manel táva contando no pasto que a sogra preocupada ca alimentaçon da filha magrita, tinha telefonado pró genro Próquécas perguntando sa filha já tinha comido, ao cu gajo tará respondido cus maus modos costumêros :

- Sei lá ê se comeu ou não!!! Do prato na sei... quê cá na cuzinho já nada, com muita pena minha... inda lha dei cu chicote cu padre Malaquias da Opus Lei me ofertou cando andei no seminário, mas já na tenho força nanhuma nos pulsos à força de bateri punhetas solitárias pela noite adentro, sem resultado nanhum, enquanto a moçoila me passa as noites de olhos arregalados pró facebode enviando mensages de amori ao Hélio das Neves.


Ê cá fiqui boquiaberto ca alembrança do mê Jaquim !!! É q´ê cá já nem m´alembrava do acontecido !!! 

Este bode é de um QI 250...alembra-se de tudo...tenho que lhe cortar a ração plus-vitaminada, inda assim a sogra na venha prá qui pedir-me para interceder ao genro prá obrigari a filha a seri de boa boca e à falta de alimento, pra encheri a barriga... começar a comeri fora... ;)

Fiquem beim, q´ê cá vou-me andando
Inté

Ti Manel das Cabras










quinta-feira, 20 de novembro de 2014

O VÍCIO DO FACEBODE



Ê cá, mais a nha Jaquina, temos andado com graves problemas aqui no rabanho por mós da rede sociali facebode. Desdi q´inventaram essa coisa cu mê rabanho ao contrário de encheri o bandulho no pasto, tem-me passado os dias entêros agarrados às mánicas de computação...computando...focinhando os facebodes e os blocres de Alcaceri.
É assim, a modos comó o enzecrutivo da Cambrã vendo as criticas computivas tentando adespois  arresolver as asneiras  muita mali, dando desculpas ensfarrapadas.
Ê cá digo e sou franco, na sei comó Victor Proquécas lhe sobeja tempo pra se entêrari das cusquices facebodeanas, só s´ele nem drome!!!
Muita mal tem andado a nha cabra Cramelinda, desdi cu mê bode Jaquim subescrevinhou a mêma rede sociali. A cabra na come, na drome, agastada com as amizades cabronas coloridas do cabrão do Jaquim...A nha Jaquina inté tem-me moido a cachimónia, em defesa da cabra e afiança dar-lhe razão... melheres...
Aí veim o mê bode Jaquim aprochegando-se de olho na enscrita:
- Atão Ti maneli, tá computando tamém? Tou vendo que desdi que se afiliou na rede, agoira, na a tem largado! Veja lá sa sua Jaquina na lhe mói o juízo como a nha Cramelinda que tem andado possessa comigo sem razões -afiança-me ele, tentando alevantar os cantos da boca que teimam em descair!
- Tou lavrando um posti, sê bode curioso! Escusas de tar recioso quê cá na ta vou delatar, só tou comentando e fazendo uma dissertesão sobre as boas amizades na redi! Xóoo...andori que já se me escapuliu as endeias!
- Ai!Uiiii !, mas qué qué isto, olha-me pra ela! Belos pêtos teim a gaja! Há cada degote, aqui, no mê facebode, q´ínté fiqui com vontade d´ir orinar atrás daquela azenhêra! Porra da idade! - Ai, sa nha Jaquina me ouve, tou frito, inté é capaz de, na hora da dêta, me pôr a dormiri na casota do mê Farrusco!
Beim, mas adiante, come ia dezendo, o mê rabanho anda todo no sociali fazendo amezades a torto e a derêto, todas as cabras e bodes são amigos uns dos outres em Alcaceri, mêmo que na rua na se likem!, na há cá nenguém ca seja enemigo do sê enemigo, tão-se todos amando...tá-me parecendo...
Inda outre dia tava atêmando ca nha Jaquina, ter visto um fartote de  likes lambuzados... da Manela, da Doroteia, da Miquilina, da Eufrásia, da Ermelinda, da Marmelinda, da Cramilde, da Clarinda, do Jaquim da burra, do Manel Zéi, do Chico da Páloca, do Zéi da Custódia e outrosceteras...numa  putografia no facebode...como esta aqui...

 A nha Jaquina, foi confirmar e exclaimou antónica:
- Nunca pensi cas raparigas tivessem tantos amezades, inté o Jaquim da burra e o Chico da Páloca, heimmm? Esses péis rapados são @amigos das VIPS? Tá-me cá parecendo que já nem há destrincha entre classes...na há fossa entri ricos e pobres, entri enleitores e enleitos... sêmos todos iguais...menos a alombar e no final do mêis...mas é assim cu povo lika, lambendo as botas! E ca belas...botas têim as moçoilas...

Têjam
Ê cá vou-me facebandeando...orinar depressa atrás daquela azinhêra...ai...ai...uiiiiiii

Ti Manel das Cabras



 

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

NA ROTA DOS GRELOS



                                                    
                                    

                                  NA ROTA DOS GRELOS

 

   O mê bode Jaquim anda eufrónico, aparecê-mi aos pinotes pl´o pasto afora! Ócuros escuros Rãmbans, sapatilhas, mechila ao lombo, e o mapa de Alcaceri na mão!
   - Qué qué isso Jaquim, endoidaste? Que arpejo é esse que veins trajando, dessa forma tãm esquisita, qu´inté pareci que vieste da estranja ?!
   - Ai Ti Manel, é d´asxiiitação das novedades que arrecebi, mêmo inda agora, do Infroalcáceri, das enformações tlefónicas da Cãmbra, home! - ensclarecê-me ele arfando e espumando escumareda pl´o canto da boca, quedando-se estafado...
   - Ó Jaquiiiiina! Ó Jaquiiiiina! Ó melheri, traz cá um cocho de água, pó bicho molhar a graganta, q´ele tá cos gargamilos tãm secos que na consegue falari.
   A nha Jaquina sai-me de casa correndo, curiosa, subindo o monte ca enfusa debraçada, chegando ao pé da genti com ela já meia, enche o cocho e põe-se a beber a meias cu nosso animali de enstimação.
   Foi atão cu mê bode Jaquim ensplicou que a Cãmbra de Alcaceri tava cheia de enstratégias, empenhando-se em apostari no Turismo, custe o ca custari e doa a quem doeri! É que, consforme contou o mê Jaquim, adespois de ter molhado a goela, o Victor Próquecas inté já se apressou a dotari a Secção do Turismo com pessoali muito enspecializado para o efêto e, vai daí, promove uma Ténica Engrícola a Chefe da área turística, despromevendo a anterior Ténica Superior de Turismo alicenciada e pós graduada (e inté NEM foi comó Relvas, nem comó Sócrates),  ficando esta última sob a enxada da primeira, *alçada, haverá de cá ê teri dito!
   De cenho franzido e parplexos, ê, mais a nha Jaquina ficámos olhando pó bode tentando aperceber o alcance da sua mudança de visuali e toda a sua asxiiitação...foi aqui cu bode Jaquim, com um sorriso de orelha a orelha, fez questão de desvendari a enstratégia do Victor Próquecas para o desenvolvimento turístico do nosso concelho:
   - A criação de uma via turística "A ROTA DOS GRELOS", ao longo das margens do nosso rio Sado, por mós d´os manteri consforme as preferências do Próquecas...bem húmidos!
    E foi aqui, que todos os bodes, do mê rabanho, tiraram férias, apressando-se a vestir à estranja, desfarçados de turistas, correndo pá paragem da camineta da carreira, todos de ócuros escuros Rãmbans, sapatilhas, mechilas ao lombo e o mapa de Alcáceri na mão...

  
A Rota Dos Grelos arremete-nos a todos para a enspectativa do desenvolvimento turístico... e Victor Próquecas triunfante sará coroado de grelos, *louros...haverá de ê ca teri dito!


Têjam
Ê cá vou-me andando

Ti Manel das Cabras

   
  

domingo, 9 de novembro de 2014

Atei q´énfim volti !


Atei q´énfim volti !

Ai ca saudadis que tinha de vosmecês! Tive trabalhando em Santiago do Cacéim. Podeim na acreditari, mas tive fazendo o percursio enverso às Próquecas de Santiago, fui de Alcaceri para Santiago a convite do Presidente da Cãmbra Victor Próquecas!
Agora, fui convedado a retornari à terra natali e aceiti, precuraram-me:
- Podes vir-te Manel? E ê cá vim!
Fui convedado a vir-me e vi-me, na sem antes ter precurado à nha Jaquina:
- Ê cá vou vir-me, tu tamém vás vir-te?
-Atão na haverá de vir-me, Manel?! - arrespondeu-me ela, já toda pronta.
E viemos-se os dois !
Tamos cá, e já nem era sem tempo, cas novedades tão fervilhando... a modos cu Victor Próquecas teim andando fodilhando gente, ca tesão mansa! O home teim andado tã descansado da vida dando quecas ao pessoali na câmbra a torto e a derêto pela rectaguarda...sem ca nemguém lha faça frente!
Já na lha basta só a Ana Barbocas...pelo jêto é um ensaciável !
A modos que, cá tamos pó ca deri e vieri...sa quiserem vir-se ca gente desponham e sarão bem arrecebidos...

Ti Manel das Cabras

 

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A Pocilga dos Segredos

Aqui o mê rabanho tem andado entrapalhado das ideias, desdi a últma emssembleia Municipali enstraordinária cá em Alcaceri!
Ê cá, dou-lhe o nome de enstraordinária, porque foi mêmo extra-ordinário veri as justificativas ca CD/UI e o Geraldinho Broncário deram pá chumbadela ca tinham dado ao Prejecto Ruas, mas c´afinali na terão dado?!
Toda a nha genti ficou-se pensando ca chumbadela ófinali na terá passado duma rapidinha mais à coelho, e o ca foi ófinali já na chigou a seri!
-Chiça timanel!-ensclama o mê bode Jaquim- Vosmecê às tantas com essa explainação tá entrapalhado tamém as ideias dos lêtores!
Bão, mas adiante...
Atão na ei, cús vereadores sem poleiro da cd/ui, deram o dito pelo nã dito, dezendo cú voto contra nã era contra mas a favori!!! Enfirmando na terem fêto qualqueri acordo cu Geraldinho Broncário do Ps, qu´inté nem conheciam o rapazola más gordo nem mais trica-espinhas!
O Geraldinho Broncário dezendo que não, juramentando a péis juntos ca nã tinham namerado às escondidas!
Disvorciaram-se ali mêmo, os maganos!- rêstorquiu a nha cabra Carmelinda- Calhando já deviam ter ido ao Ragisto Civil em segredo!
Vai daí, inté o mê jaquim ficou bodeaberto, cando o Geraldinho adecediu começari a corte à cd/ui, lá mêmo no palco; percausa cu Ps tava a precisari de fazeri empréstmos à banca, e porque torna e porque deixa, tá precisando cus da cd/ui se disponilitizem pa serem fiadores!
Atão e na éi, ca cd/ui tá desposta a assinar o cheque em "branco" !
A nha Enfigénia é que inté ficou cabramocionada, quando o Tonico Babona (veriador da cd/ui sem polêro), ófinali acabou por descobriri em plena Emssembleia q´era o pai da criança, pois o ténico da cambra o arquitetro Chico lembrou-lhe ali mêmo que ele em tempos tinha fecundado o Prejecto Ruas (coisa c´hoji em dia o velhote Tonico na certa, já nã consegui fazeri).
De sorriso rasgado, Tonico Babona aperfilhou a criança, compremetendo-se a passari o cheque da mesada!
A miss Piggy Népia da cd/ui teimando em desfarçar as negociátas inda roncou pós Arquitetos do Prejecto:
-Aí querem fazer prejectos?! Vão fazeri lá pá terra delis! ( Ela tamêm não!)
O Preira do Be atolado inté aos quêxos na imundice lá ia tentando bóiar à tona do lamaçal, tal a coisa fedia!
Por fim, o Sarafim d´albergaria (ps), parecendo o velho Atílio da telenovela "O Casarão", adecide remexer bem a merda chafurdando:
- Olá...boa-noite...a todos...sim?...tão-me ouvindo? pois...sim...ilustres...é um prejecto...sim é...pois...tou aqui sim...falando...pois...é bom pá nossa terra... pois...decert...talvez....tenho dito............... zzzzzzzzzzzzzz